Page optimized by WP Minify WordPress Plugin

 E a morte passou ao meu lado… | Pastor Claybom
nav-left cat-right
cat-right

E a morte passou ao meu lado…

feridos estação das barcas2Apesar da notícia abaixo ser transcrita do site do G1, eu estava no local no exato momento que ocorreu este fato. A estação estava lotada e extremamente quente; não é colocando aqueles ventiladores que espiram água que melhora não. Mais uma vez eu vejo um descaso da direção da Barcas SA. Apesar de estar lotado e o cais de atracação vazio a “porteira” da estação ainda estava lotada. O senhor que passou mal ele não caiu no chão porque NÃO HAVIA COMO ELE CHEGAR AO CHÃO de tão lotado que estava a estação. Existem vários itens que podem ser observados com a cena que presenciei.

1º – A estação não foi feita para comportar tantas pessoas assim. O painel eletrônico indicava que faltavam mais de 400 pessoas para lotar a barca (modelo antigo) e não cabia mais ninguém na estação.

2º – Apesar de estar vazio o cais de atracação, não colocaram o cordão de isolamento para o caminho da barca nova fazendo com que todos ficassem completamente sufocados dentro da estação.

3º – Quando o senhor ficou no chão verificamos que não havia pessoas qualificadas para atendê-lo. Quem tirou da estação até uma área aberta foram os seguranças da barca. Como uma estação que passam a cada meia hora, em horário de pico, pelo menos 3600 pessoas não tem uma enfermeira ou um paramédico? Talvez se houvesse um não, este senhor não teria morrido. Afinal de contas a SAMU só chegou ao local 30 minutos depois.

4º – Pelo mesmo motivo, por que não existe uma ambulância de prontidão para estes casos? Será que a Barcas pensa que isso não aconteceria isso nunca? Vão depender do poder público para isso? Afinal a Barcas SA é uma empresa privada ou não?

Existem vários questões que gostaria de colocar, mas enquanto as autoridades contituídas desse estado e municípios envolvidos não fizerem valer o poder que possuem, esta empresa vai continuando como lider no “império da Bahia de Guanabara”. Aliás não é um absurdo você escutar ao final de uma viagem nos autofalantes “obrigado pela preferência” quando não existe nenhuma concorrente?

Pelo amor de Deus!! Falem sério conosco!!

Vejam a matéria sobre a morte desse senhor abaixo.

Homem morreu na estação das barcas em Niterói

Passageiro, de 58 anos, começou a passar mal na fila. Ele foi atendido por socorristas da concessionária.

Um homem, de 58 anos, aparentemente vítima de um ataque cardíaco, morreu na manhã desta segunda-feira (9), na estação das barcas de Niterói, na Região Metropolitana do Rio. Segundo passageiros, ele começou a passar mal quando estava na fila e caiu desmaiado no chão.

A Barcas S.A. informou que a vítima chegou a ser atendida inicialmente pelos socorristas da concessionária. Uma ambulância do Samu foi acionada e teria chegado cerca de 30 minutos depois, segundo a Barcas S.A.

O corpo da vítima, que não teve sua identidade revelada, ainda está na estação aguardando remoção.

De acordo com a concessionária, a operação das barcas não foi afetada.

Fonte: G1



Publicado por Pastor Claybom, pai apaixonado, nerd como marca de nascimento, geek por paixão, adorador por excelência. Enfim, um servo de Deus que tenta entender tudo o que Ele nos oferece no dia a dia.



Nenhum Comentário para “E a morte passou ao meu lado…”

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Pastor Claybom and Roberto Soares, Charles Fernando. Charles Fernando said: E a morte passou ao meu lado… http://ff.im/-bdU3G […]

Deixe seu Comentário