Page optimized by WP Minify WordPress Plugin

 RESAR #11 – Príncipe Caspian | Pastor Claybom
nav-left cat-right
cat-right

RESAR #11 – Príncipe Caspian

Olá!
Sejam bem-vindos ao RESAR – Relação Entre Schias, Arte e Religião, a coluna que traz obras de arte e as analisa sob uma ótica cristã.
Você pode participar dando ideias nos comentários!

Continuamos os textos sobre os filmes/livros As Crônicas de Nárnia, e continuo fazendo estes textos com a colaboração de minha irmã Laila Flower!

Príncipe Caspian é o segundo livro, a segunda história d´As Crônicas de Nárnia. Nesta história, os irmãos Pevensies sentem falta de Nárnia quando são chamados através de uma estação de trem, e voltam a Nárnia em um momento em que muitas eras se passaram e eles já estão esquecidos. Agora reinam os Telmarinos, e o foco é Caspian, um príncipe cujo pai é morto pelo tio, que assume o poder. Aslam precisa dos irmãos Pevensie para resolver este problema.

É óbvio dizer que o tio matar o pai para ser Rei é Hamlet, de Shakespeare, uma de suas melhores peças. É uma grande obra para se inspirar mas, se vocês forem ver, ela explica até pouco da história, e só serve como base.

MAS E A RELIGIÃO?

Os Telmarinos são piratas que chegaram em Narnia através de uma ilha. Este povo é o maior exemplo de que, as vezes, as coisas saem do plano original, e adaptações são feitas, mas o objetivo continua o mesmo. Os Telmarinos, incrédulos na força de Aslam e na magia de Nárnia, são os céticos de hoje em dia, que veem maravilhas e tentam não acreditar em nada. Mas, dentre deles, surge um fiel aos princípios de Nárnia, que se destaca e luta contra os valores sujos e mesquinhos dos Telmarinos: Caspian.

Afinal, pra iniciar o fogo só precisamos de uma fagulha.

Ao final da história, Aslam diz que Pedro e Susana, os dois irmãos mais velhos, não poderão retornar a Nárnia, e isto acontece porque Ele quer se mostrar em nossas vidas de outras formas, para crescer conosco. Aquela imagem que temos quando crianças não nos ajuda quando somos adolescentes e, posteriormente, adultos. Nossa visão muda, e Ele busca outras maneiras para sempre nos acompanhar.

Príncipe Caspian é uma obra que nos fala muito mais de Missões para Deus mas, principalmente, sobre como superar os possíveis obstáculos para crescermos. O que parecia um problema na forma dos Telmarinos se mostrou uma força com o surgimento do quinto defensor de Nárnia junto a Aslam.



Publicado por Vinícius Schiavini, Vinícius Schiavini é podcaster, blogueiro, professor, consultor, empresário, Ministro e mais 684 profissões.



Deixe seu Comentário