Page optimized by WP Minify WordPress Plugin

 Atletas são proibidos de usar mídias sociais durante os jogos | Pastor Claybom
nav-left cat-right
cat-right

Atletas são proibidos de usar mídias sociais durante os jogos

censorship_logoAs ligas esportivas profissionais americanas estão proibindo jogadores, técnicos e até torcedores de usar redes de relacionamento, como Twitter e Facebook, durante as partidas.

Antes vista apenas em casos isolados (tinyurl.com/ykz4qhe), a paranóia sobre o assunto está agora se tornando generalizada. Segundo artigo do site Ars Technica, a primeira a censurar as mídias ágeis foi a National Football League, liga de futebol americano, que em julho deste ano decidiu proibir o uso de redes de relacionamento pelos jogadores durante os jogos. De acordo com a instituição, não se tratava de uma nova política, mas de uma extensão da política já existente contra o uso de telefones celulares enquanto os jogos estão em andamento.

Depois que um jogador postou um tweet reclamando da decisão, a liga intensificou a repressão ao uso de mídias sociais fazendo um adendo à política. Agora, os jogadores, técnicos, funcionários e até a imprensa estão proibidos de usar seus celulares, não só no decorrer da partida, mas também 90 minutos antes e depois.

Da mesma forma, a National Basketball Association anunciou no final de setembro que jogadores, treinadores e pessoal da equipe estavam proibidos de usar telefones celulares e outros dispositivos portáteis durante os jogos. Neste caso, a contagem do tempo começa 45 minutos antes da partida e termina 45 minutos depois que as portas dos vestiários são abertas à imprensa, no final do jogo.

Cada equipe pode adotar suas próprias regras no que se refere aos treinos, reuniões e eventos do time. Algumas delas, como o Miami Heat, Toronto Raptors, Los Angeles Clippers, e Milwaukee Bucks, decidiram proibir as atualizações de mídias sociais durante todo o tempo da equipe, incluindo treinos. Os jogadores que violarem as regras serão multados, inclusive ídolos como Shaquille O’Neal (THE_REAL_SHAQ, no twitter).

A liga universitária Southeastern Conference (SEC) foi mais longe: decidiu proibir os posts de torcedores durante as partidas. A regra foi anunciada em agosto e abrangia observações pessoais, descrições dos acontecimentos, imagens, áudio ou vídeo. Devido à imensa repercussão negativa, a SEC fez uma revisão da política, especificando que fãs só não podem divulgar informações em tempo real sobre um jogo para fins comerciais ou como um substituto da televisão ou do rádio.

“Mensagens pessoais, atualizações dos placares ou breves descrições da competição durante o evento são aceitáveis”, disse a SEC durante o anúncio da regra. Não há informações, entretanto, sobre como os torcedores seriam multados, uma vez que o anonimato é garantia constitucional dos Estados Unidos.

Fonte: Geek



Publicado por Pastor Claybom, pai apaixonado, nerd como marca de nascimento, geek por paixão, adorador por excelência. Enfim, um servo de Deus que tenta entender tudo o que Ele nos oferece no dia a dia.



Deixe seu Comentário