Page optimized by WP Minify WordPress Plugin

 Barra de endereços do Novo Chrome será retirada | Pastor Claybom
nav-left cat-right
cat-right

Barra de endereços do Novo Chrome será retirada

O navegador Chrome, da Google atingiu uma importante marca em janeiro último: 10% de participação no mercado de navegadores – 10,7%, para ser exato. Já o Internet Explorer, da Microsoft, por mais que continue em queda, ainda é o líder com 56% – juntando todas as versões do software. O Firefox, em segundo, tem 22,75%, bem na frente do Safari (6,3%), desenvolvido pela Apple, e do Opera (2,28%). Os dados são da Net Applications.

O único browser que cresceu mais de um ponto percentual se comparado a dezembro foi o Safari – antes possuía 5,9%. O IE perdeu 1%, embora sua oitava versão tenha ganho 1,15%. O Chrome cresceu 0,9%, e o Firefox se manteve praticamente estável.

“Com 34,8% de participação, o IE 8 ainda é o browser mais popular do mundo, além de ser o que mais cresce”, afirmou Roger Capriotti, diretor de marketing para o Internet Explorer, lembrando que em janeiro de 2010 o software tinha 25,6%.

O IE 9, ainda em versão de testes, possui 0,5% do mercado. A Microsoft, no entanto comemora o número de 23 milhões de downloads, além de destacar a queda do IE6 – versão que a gigante vem tentando eliminar há anos.

“Ele caiu 3,9% nos últimos três meses (média de 1,3% por mês) e 9,3% se comparado ao ano passado”, disse Capriotti, na última terça-feira (1/02), via blog oficial.

Para levantar os dados, a Net Applications coletou informações dos seus clientes da HitsLinks Analytics e da SharePost, o que inclui 40 mil sites, que recebem cerca de 160 milhões de visitantes únicos por mês.

Mas a próxima versão já tem planos! O navegador Google Chrome pode adotar uma nova interface que mudaria a forma como o endereço de web aparece, publicou nesta segunda-feira (21) o jornal britânico “The Daily Telegraph”.

Desenvolvedores do software estariam testando uma mudança radical no modo como o endereço é mostrado no navegador. Segundo fontes próximas à companhia, a barra de endereço tira um bom espaço que poderia ser usado na navegação.

Um plano considerado pelo Google seria tornar a barra de endereços apenas visível quando os usuários passam o mouse em uma parte específica da tela. O novo modo de navegação “compacto” tiraria a barra de endereço de cada aba, liberando mais espaço na tela para a exibição da página. Hoje, mais de 120 milhões de usuários usam o Google Chrome.

Fonte: G1



Publicado por Pastor Claybom, pai apaixonado, nerd como marca de nascimento, geek por paixão, adorador por excelência. Enfim, um servo de Deus que tenta entender tudo o que Ele nos oferece no dia a dia.



Deixe seu Comentário