Page optimized by WP Minify WordPress Plugin

 Compre com estilo, sem sair de casa | Pastor Claybom
nav-left cat-right
cat-right

Compre com estilo, sem sair de casa

compra_na_internetHá algumas décadas, fazer compras sem sair de casa era algo tão futurista quanto cidades nos ares e carros voadores. Há uma década e meia, com a explosão da internet, surgiram sites de vendas online, que promoveram o consumo digital e permitiram que clientes chegassem perto de seus produtos sem ter que colocar roupas, enfrentar trânsito e centros comerciais abarrotados.

Veio a web 2.0 e, com ela, o comércio eletrônico, ou e-commerce, também se favoreceu. São dezenas de serviços colaborativos espalhados pela web e dedicados a quem deseja tomar uma decisão mais fácil, encontrar uma barganha ou realizar uma rápida pesquisa de preços.

A escolha do produto

Em uma compra tradicional, o consumidor que deseja encontrar o produto real, precisa de uma série de pesquisas. Como acontecia antigamente, ainda é importante desconfiar dos anúncios e procurar saber, da boca de outros consumidores, os melhores produtos para cada fim e, a partir disto, tomar a decisão.

Alguns sites foram criados com o intuito de ajudar neste tipo de decisão. O Measy (www.measy.com), por exemplo, é um dos melhores sites para quem procura televisores, celulares, câmeras digitais ou netbooks. Apesar de ser voltado ao público internacional, com preços em dólar, pode ser um aliado importante na hora de conhecer marcas e modelos que caibam em suas necessidades.

Classifique a necessidade de cada função e aspecto, ou seja, os fatores decisivos de sua compra para que o Measy ofereça um painel com os resultados classificados por relevância para sua busca, em diversas formas de visualização. As notas são baseadas em resenhas de outros serviços, e você pode ver dados detalhados dos produtos sugeridos.

Por estrada semelhante caminha o Viewscore (viewscore.com), um site que agrega notas recebidas por diversos produtos eletrônicos em sites especializados, mostrando os mais bem cotados videogames, laptops, câmeras, impressoras, navegadores GPS, projetores, roteadores e até mesmo caixinhas de som.

Um pouco mais engessado que o Measy, o Viewscore permite buscar por categorias pré-definidas e selecionar filtros. A impressão que dá, porém, é que além de possuir mais categorias de produtos elencados, o Viewscore possui também mais modelos cadastrados, além de possibilitar a comparação entre dois itens.

Há uma terceira opção para quem procura por eletrônicos. Embora não seja um site tão intuitivo quanto o Measy e o Viewscore, o Shopnics (www.shopnics.com) é poderoso e gera gráficos de modelos e marcas para diversos tipos de produto. Sua busca funciona perfeitamente e facilita a vida de quem procura, por exemplo, apenas um modelo de equipamento de uma marca específica.

A confusão da capa pode esconder a ferramenta poderosa do Shopnics. O site armazena as buscas mais populares dentro de uma série de grupos. Os links à esquerda da página, porém, servem como guia para quem não quer arriscar buscas mais completas ou para aqueles que desejem, em primeiro momento, conhecer o funcionamento do site sem se aprofundar muito.

A lista de compras

Antes da web 2.0, cadernos de anotações eram usados para listar os sonhos de consumo. Atualmente, estes livrinhos praticamente caíram em desuso. Com a facilidade de passear pelas vitrines virtuais, a grande maioria das lojas possui suas listas virtuais. E alguns outros serviços são capazes de concentrar os produtos que você gostou.

O site Wishlistr (www.wishlistr.com) é uma mão na roda de qualquer usuário que queira manter uma lista sempre atualizada. Com um pequeno “bookmarklet” (link que pode ser arrastado para a barra de favoritos de seu navegador), basta navegar pelas páginas desejadas e, quando encontrar algum item que você queira, clicar em “Add to Wishlist”.

Adicionalmente, o Wishlistr permite criar uma página personalizada com seus itens desejados, o que vai ser um facilitador tremendo para quando aquela tia que não te vê há séculos decidir te dar um presente de aniversário.

Na mesma pegada do Wishlistr está o Wantz.It (wantz.it). Basta se cadastrar no site, criar o pequeno bookmarklet e sair marcando as páginas que você quiser. É possível comentar cada item, bem como adicionar itens automaticamente pelo Twitter, bastando enviar uma mensagem para o perfil @dowant.

Interessante mesmo é a página criada pelo serviço, em seunomedeusuário.wantz.it. Fácil de lembrar e de compartilhar com os amigos.

Faça bons negócios

Os cupons de desconto são arcaicos e na web também existem. Lojas virtuais costumam mandar para seus clientes ofertas especiais e limitadas, com códigos de descontos por tempo limitado.

Para espalhar barganhas, usuários criam comunidades com cupons virtuais em redes sociais e alguns sites listam códigos de promoções. O internacional RetailMeNot (www.retailmenot.com) vai fundo nos conceitos consagrados pela web 2.0. Permite enviar não apenas os códigos, como inserir etiquetas nas ofertas, tornando a busca mais fácil. Mesmo sendo internacional, possui cupons de sites nacionais cadastrados e só cabe aos usuários inserir novas ofertas.

Usuários do Firefox e do Internet Explorer vão gostar de saber que o site possui complementos que facilitam a localização de códigos. Basta acessar o endereço de uma loja virtual que possua cupons cadastrados (e válidos) para que o navegador mostre que existem descontos disponíveis.

Clube dos gastadores

Todos os serviços sugeridos nesta matéria até agora são versões digitais e repaginadas de práticas bem antigas: pesquisas, caderneta com objetos de desejo e cupons impressos em revistas. Mas e as novidades?

A web é social e, com isso, é natural que comunidades voltadas também ao e-commerce pipoquem pelos domínios da www.

Ainda em versão beta (em testes), o site Shopr (www.shopr.com) agrega consumidores para discutir produtos, recomendar equipamentos dos mais variados e responder dúvidas de outros clientes. Por enquanto, os brasileiros não parecem ter descoberto o serviço, então prepare seu inglês para trocar idéias.

Além de recomendações de eletrônicos, existem perguntas sobre aromas e qualidade de perfumes e, interessantíssimo, listas de desejo públicas e compartilháveis. Basta se registrar, criar uma lista e receber comentários de outros usuários.

O site Retrevo (www.retrevo.com) é outro espaço, com grande foco em eletrônicos. Mistura propaganda de equipamentos à opinião de seus membros. Um bom espaço para tirar dúvidas a respeito de produtos recém-comprados ou esclarecer dúvidas com quem já possui um aparelho que está em sua mira.

Outra funcionalidade interessante do Retrevo é seu banco de manuais, em que você pode baixar manuais de equipamentos e conhecer de forma mais aprofundada um produto antes de abrir a carteira e gastar seus suados reais.

Apesar de todo seu lado social, a internet coloca os seus usuários em uma posição de individualidade. A compra, por exemplo, deixa de ser acompanhada e passa a ser uma tarefa solitária. Ver vitrines com a mãe, namorada ou amigos deixa de ser uma prática comum. Ou não.

O FriendShopper (www.friendshopper.com) agrega recursos de wishlist a uma ferramenta de bate-papo, favorecendo o compartilhamento de itens. O programa permite adicionar não apenas itens, mas como também lojas virtuais favoritas.

Os itens desejados então podem ser colocados em uma conversa em tempo real com contatos que estiverem online no site, que podem comentar e visualizar os itens compartilhados pelo outro, em tempo real.

O Blippy (blippy.com) é um portal em beta fechado com mecânica de microblog semelhante ao Twitter das compras. Atrelado a sua conta em diversos serviços, o site permitirá compartilhar com sua lista de amigos suas últimas compras. Por não termos testado ainda, é impossível saber se o serviço ameaça a segurança de seus usuários, mas a idéia é diferente o suficiente para merecer uma breve menção por aqui.
O sfeed é um microblog com forte apelo visual para quem quer compartilhar listas de recomendações com seus amigos

O sfeed é um microblog com forte apelo visual para quem quer compartilhar listas de recomendações com seus amigos

O site sfeed (sfeed.com) é um microblog interessante que funciona com base em um bookmarklet e imagens. Por algum motivo que foge de nosso conhecimento, na lista de países para a configuração do serviço não existe a opção Brasil (nem Brazil, nós procuramos) e, por isto, acaba que os preços dos itens adicionados aparecem como dólares, não reais.

O perfil criado pelo usuário funciona como uma lista de desejos baseada em imagens. Ao clicar em um dos itens cadastrados, o serviço mostra algumas informações como preço e foto, bem como uma lista de itens semelhantes, uma boa idéia para encontrar presentes interessantes e diferentes.

O microblog Blippr.com (www.blippr.com), por sua vez, não é voltado exatamente às compras online, mas é um bom recurso para quem procura informações rápidas sobre produtos. Escreva suas resenhas em uma linha e veja a de outros usuários sobre músicas, filmes, livros, jogos ou softwares.

A verdade está lá fora

Os serviços listados nesta matéria são internacionais e, por isto, em alguns casos tem suas funções limitadas ao público brasileiro. Existem ainda idéias internacionais ótimas que precisaram ficar de fora desta matéria.

É o caso do site Milo (milo.com), que busca ofertas em lojas reais de diversas cidades dos Estados Unidos. Ou então o aparentemente interessantíssimo uatuh (uatuh.com), que realiza pesquisas personalizadas de produtos e manda para seu perfil do Twitter, email, comunicador instantâneo ou email.

Muitos deles poderiam ser adaptados para o nosso público, porém por enquanto temos que esperar. Quem sabe em um futuro próximo não tenhamos tantas possibilidades nacionais neste campo também?

Fonte: Geek



Publicado por Pastor Claybom, pai apaixonado, nerd como marca de nascimento, geek por paixão, adorador por excelência. Enfim, um servo de Deus que tenta entender tudo o que Ele nos oferece no dia a dia.



Deixe seu Comentário