Page optimized by WP Minify WordPress Plugin

 Inocentado britânico julgado por criar site de compartilhamento de arquivos | Pastor Claybom
nav-left cat-right
cat-right

Inocentado britânico julgado por criar site de compartilhamento de arquivos

 Site de compartilhamento de músicas possuía cerca de 200 mil membros.O criador do site de compartilhamento de músicas OiNK, Allan Ellis, foi considerado inocente das acusações de conspiração para fraudar os direitos autorais. De acordo com o site Pitchfork, além do analista de sistemas de 26 anos, os usuários do site também foram acusados de violação de copyright.

De 2004, ano de sua criação, até 2007, quando foi fechado pelas autoridades, o site reuniu cerca de 200 mil membros, que realizaram 21 milhões de downloads. Os participantes eram incentivados a contribuir com dinheiro para a manutenção do programa, embora o pagamento não fosse obrigatório.

Após uma investigação, a polícia descobriu que Allis recebia por mês cerca de US$ 18 mil em doações. O britânico possuía no momento da prisão cerca de US$ 300 mil em sua conta PayPal. Ele também admitiu ter aberto 10 contas bancárias com cerca de 20 mil libras.

Em sua defesa, Allan Ellis disse que não teve qualquer intenção de prejudicar os proprietários de direitos autorais com o seu site. Alegou ainda que as doações tinham como único objetivo pagar o aluguel de servidores e a eventual compra de um servidor. Segundo Ellis, ao criar o site, desejava apenas melhorar suas habilidades e garantir sua empregabilidade.

No endereço do OiNK, há uma declaração do analista sobre o caso. Nela, ele afirma que o site não voltará a existir e que não pretende dar entrevistas sobre o assunto, desejando apenas seguir sua vida em paz.

Fonte: Geek



Publicado por Pastor Claybom, pai apaixonado, nerd como marca de nascimento, geek por paixão, adorador por excelência. Enfim, um servo de Deus que tenta entender tudo o que Ele nos oferece no dia a dia.



Deixe seu Comentário