Page optimized by WP Minify WordPress Plugin

 Esperança = Amor = Continuidade | Pastor Claybom
nav-left cat-right
cat-right

Esperança = Amor = Continuidade

 

Romanos 5:5: “E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado
em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.

O ser humano é muito engraçado. Uma raça que domina sobre todas as outras, com um potencial incrível porém adora uma confusão! Nos últimos dias tenho passado um período muito conturbado na minha família. O sofrimento tem vindo assim tipo… um caminhão! Minha esposa tem sofrido muito com todos os acontecimentos mas eu, no meu papel de esposo e companheiro, faço o possível para amenizá-lo e estar ao seu lado. Infelizmente esta semana a doença me pegou e acabei ficando em casa de molho. Mas eu sempre estarei do lado da minha esposa pois este é o meu papel. Aconselho no que posso mas sempre endosso suas decisões pois esta é a meu papel.

Falando em esposa, casamento, ontem eu vi um filme muito bom sobre este tema. Se chama A PROVA DE FOGO – fala sobre um casal que passa por uma crise conjugal. Eles estão a beira do divórcio até que um dos conjugues resolve fazer uma prova de amor… e através dessa prova de amor Cristo entra e o seu amor incondicional passa a prevalecer também no seu casamento.

Hoje, ao ler a palavra de Deus, me deparei com este versículo da epístola de Romanos. Quando estamos dispostos a conquistar uma pessoa, passamos a estudá-la, ver seus hábitos, tudo para agradá-la. Enquanto estamos na fase da conquista isso tem um gostinho especial não é mesmo? Mas e depois que conquistamos? Continuamos a agradá-la? Continuamos a surpreendê-la?

As pessoas atualmente se juntam por “contrato nupcial” ou seja: união por conveniência e não por amor. Enquanto estão juntos ótimo! Mas quando as idéias diferem, cada um segue seu caminho. Pode ser prático para muitas pessoas mas perante Deus não é. O casamento é uma instituição sagrada e o compromisso é único.

Por que tantos casamentos hoje em dia dão errado? Por que as pessoas se colocam sempre na frente: “primeiro eu”! Casamento é uma cessão… quando estamos na fase do namoro, da conquista fazemos tudo para agradar o companheiro(a); por que não fazemos a mesma coisa depois que casamos? Depois de 1, 2, 4, 10 anos?

Pense na sua vida como aquele filme “COMO SE FOSSE A PRIMEIRA VEZ” onde o rapaz tem que conquistar o grande amor da sua vida todos os dias pois a memória dela não segurava mais de 24 horas. Assim que devemos ser… assim que devemos agir.

Onde tem amor, tem esperança… onde tem esperança, tem continuidade… e onde tem amor e esperança, Deus ali está.

Pastor Claybom



Publicado por Pastor Claybom, pai apaixonado, nerd como marca de nascimento, geek por paixão, adorador por excelência. Enfim, um servo de Deus que tenta entender tudo o que Ele nos oferece no dia a dia.



Deixe seu Comentário