Page optimized by WP Minify WordPress Plugin

 O Certo que virou Errado e o Errado que virou o Certo | Pastor Claybom
nav-left cat-right
cat-right

O Certo que virou Errado e o Errado que virou o Certo

Taí!!!! Viram????? Pai e filho foram quase destroçados por estarem abraçados num evento qualquer. Aí me rotulam de homofóbica. Tadinha de mim. Minha Nossa Senhora do Chuveiro Elétrico, dai-me resistência!!!

Descobri, tardiamente, que o governo apóia os gays por causa do grande número de votos e por causa da maioria ter um poder aquisitivo melhor que muitos casais de homens e mulheres casados.

Tudo bem, não gastam com leite, plano de saúde para os pequenos nem educação durante 18 anos (até a faculdade)!!!!

Outra coisa: o evento “Gay Parade” (Parada Gay) acontecia somente em Nova York (corrijam-me se estiver errada). No Brasil acontece em praticamente todas as cidades. Pretendem fazer do Rio de Janeiro “A” cidade das paradas gays e não “apenas mais uma”.

Vamos lá: quantas pessoas participam das paradas gays? Quanto se gasta e quanto se arrecada nestes “eventos”?

Quantos morrem de AIDS e suas complicações após estas festinhas?

Quanta droga é consumida?

Quantos hotéis ficam lotados?

Quantas camisinhas são utilizadas?

Quanto se consome de bebida alcoólica?

Vamos tocar em outro ponto: hoje os pais estão proibidos, leiam bem, proibidos de dar palmadas nos seus filhos, porque vai contra os compêndios de nova Filosofia e Psicologia. Eu acho, acho, que Platão e Freud estaria frustados com o que vissem agora: liberalismo em excesso, cadeias lotadas (de pobres, claro), filhinhos de papai matando em seus poderosos carros (dados de presente por esses mesmos pais) e liberados pagando fianças “básicas” ou então oferecendo “cestas básicas” para quem nem conhecem e nem ligam.

Óbitos em excesso por causa de acidentes de automóvel envolvendo quem? JOVENS. Jovens despreparados, filhos de pais despreparados.

Semana passada soube de um acidente grave que fez com que uma jovem (que estava com seu marido na moto, indo para a Escola Dominical) ficasse mutilada. Perdeu dedos do pé. Foram atropelados por nada mais nada menos que um carro cheio de jovens, com a dúvida de que quem estava dirigindo tal veículo poderia (e estava visivelmente) estar bêbado.

Outra coisa que era errado e parece que virou certo é que os filhos fazem o que querem: saiem sem dar satisfação de onde vão e quando voltam.

Meninas que leiloam sua virgindade para velhos tarados e vis que fazem destas meninas prêmios para a sua impotência. É, porque devem ganhar e vender para outros. Um absurdo.

Crianças entrando e saindo de bares (consumindo bebidas alcoólicas aos 12 anos).

Meninas de 15 entrando em motéis, com a visível cara de meninas e nada, nada é feito. Normal, desde que paguem a conta da safadeza e não quebrem nada.

Hoje o certo é ver novelas onde o adultério (opa, não sou moralista sou realista) é a coisa mais normal do mundo, chocando inclusive seus autores, que são compelidos a contar quantos deles acontecem em seus folhetins.

Barbaridade!!!!!!!!!!!

Caraca!!!!!!!!!!!! Trote em calouros que acaba em morte e pizza!!!!!!!!! Políticos que roubam, distorcem, deturpam, convencem que o errado ta certinho, que mal tem em ganhar uma grana extra? Nenhuma, desde que se “trabalhe” por ela.

Mães jogando seus filhos em sacos plásticos pelos lixões da cidade. E fica tudo bem. Inclusive, se ela encontrar um advogado “razoável” e que tenha registro em dia, poderá “se arrepender e requerer a devolução da guarda de seu amado filho”.

Estamos num país onde uma mãe que tem mais de dois filhos ou não quer ter filhos (por opção) não pode fazer uma laqueadura de trompas.  Mas se um “homem num corpitio de mulher” resolve que quer cortar o pinto e mudar de nome é mole: participa de algumas reuniões, blá, blá, blá e blá e o SUS, vejam bem o SUS paga pela sua cirurgia, dando uma “nova cara” ao esquisito e permitindo (lei estadual) que seu nominho seja mudado.

Neste momento eu queria xingar muito. Mas não posso. Não é certo. Meus pais não me ensinaram assim.

Naturalmente, é um desabafo. Não peço a ninguém que concorde comigo, a não ser que realmente queira. Agradeço.

Bom falei demais. Mais uma vez, Que a Nossa Senhora do Chuveiro Elétrico me dê muita Resistência. Senão eu troco ela por um Boiler.

Bjs no coração.

Acessem, também http://cricaviegas.blogspot.com/

Missionária Doriana



Publicado por Pastor Claybom, pai apaixonado, nerd como marca de nascimento, geek por paixão, adorador por excelência. Enfim, um servo de Deus que tenta entender tudo o que Ele nos oferece no dia a dia.



2 Comentários para “O Certo que virou Errado e o Errado que virou o Certo”

  1. Crica disse:

    É isso mesmo, esse post trilométrico??? rsrsrsr
    Eu já troquei de santo: é São João do Boiler!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Marta disse:

    É por aí, não sei onde vamos parar!

Deixe seu Comentário