Page optimized by WP Minify WordPress Plugin

 O Rio de Janeiro continua… | Pastor Claybom
nav-left cat-right
cat-right

O Rio de Janeiro continua…

No podcast do Papo de Gordo, episódio 53, meu amigo Eduardo Sales ao anunciar que viria ao Rio falou que estava muito preocupado com sua vinda ao Rio por conta da violência. Olha, eu fiquei zangado! Sou nascido e criado no Rio de Janeiro, tenho 45 anos e nunca, digo novamente, nunca vivi um momento de violência. Amo demais essa cidade, seus cidadões, suas paisagens, suas belezas naturais e seus cidadões.

Tive a oportunidade de reclamar pessoalmente com o Eduardo durante sua estada aqui no Rio e reclamei pessoalmente com ele… depois da feijoada, lógico. Nossa cidade é linda, maravilhosa, conhecida pelo mundo tudo como capital turística do Brasil. E tive a oportunidade de vê-lo ficar surpreso com a nossa cidade. Porém o que aconteceu na semana passada trouxe o nome da nossa cidade novamente as manchetes. Mas de uma forma nada agradável. Nossa adoravel cidade foi alvo de terroristas urbanos… dos traficantes que assolam nossos cidadões. Durante 6 longos dias carros, ônibus e vans foram queimados aterrorizando nossos cidadões, nossos trabalhadores, nossas crianças.

Mas durante uma semana o que mais sofremos foi com boatos. “E, quando ouvirdes de guerras e de rumores de guerras, não vos perturbeis; porque assim deve acontecer; mas ainda não será o fim.” – Marcos 13:7 – A bíblia já relatava dos rumores que nos assolariam. É triste, é preocupante mas é a realidade. A cada notícia que chegava, nossa preocupação aumentava mais ainda. Os rumores realmente nos assolam e mudam nossa rotina.

Nesse domingo acompanhei pela Globo toda a movimentação da retomada do complexo do Alemão. Sei que muito mais ocorreu além do que foi divulgado… mas é tempo das pessoas de bem voltarem a viver. É tempo de deixar nossas crianças irem estudar. É tempo de voltar a trabalhar.  É tempo de voltar a viver.  Acompanhei pelo Twitter um jornal da comunidade noticiar notícia após notícia… depois que fiquei sabendo que era um grupo de jovens de 11 a 17 anos que queria apenas que sua comunidade voltasse a vida normal.

Vocês fazem idéia de quantas pessoas de bem moram nessas comunidades? Tem pessoas que estão sofrendo com isso! Tem muitas mães chorando, muitos pais que também estão sofrendo pois seus filhos não estão do lado certo. Nesse domingo acompanhei no G1 o episódio de uma mãe que entregou seu filho. Em outro momento um pai também entregou seu filho… e ainda agradeceu pois seu filho ainda estava vivo. Mas imagino que muitas mães estão chorando… muitos pais estão desesperados!

Existe uma hastag no Twitter que pede Paz no Rio… muitos estão junto pedindo a mesma coisa. Também estou aqui pedindo. Você meu leitor que é evangélico, cristão. Ore pela paz no Rio! Ore para que este conflito acabe; ore para o bem da sociedade; ore para que o bem prevaleça. Você que não é cristão, faça a sua parte, não se cale! Uma boca fechada atinge a comunidade como uma bala no peito.

Vamos fazer a nossa parte!

Pastor Claybom




Publicado por Pastor Claybom, pai apaixonado, nerd como marca de nascimento, geek por paixão, adorador por excelência. Enfim, um servo de Deus que tenta entender tudo o que Ele nos oferece no dia a dia.



Deixe seu Comentário