Page optimized by WP Minify WordPress Plugin

 Android Market estará disponível aos brasileiros em breve | Pastor Claybom
nav-left cat-right
cat-right

Android Market estará disponível aos brasileiros em breve

Crédito: Google/Reprodução

Uma informação publicada ontem pela equipe de ajuda do Android[bb]Market, afirma que a loja digital estará disponível aos usuários do Brasil[bb] para compra e venda de aplicativos[bb]em breve.

Para o mercado nacional, já estão disponíveis os programas[bb]gratuitos da loja, mas não é possível adquirir as versões pagas.

Outros sites vendem softwares para Android, alheios às regras da Google[bb], onde o comprador assume o risco por quaisquer danos que o programa venha causar.

De acordo com o site TeleClick, a Google Inc. está expandindo o suporte ao Android Market para 46 países, na modalidade de downloads grátis. O número anterior era de 25 nações.

Segundo o blog Androinica, tratam-se de regiões que já estavam requisitando este acesso há um bom tempo, dada a rápida expansão do sistema operacional e a venda de dispositivos Android.

Canadá e Austrália entraram há poucas semanas no hall dos países que podem comprar os aplicativos do Android Market[bb], demonstrando que a empresa ainda tem restrições quanto ao comércio dos aplicativos.

No entanto, parece que este contexto irá mudar em breve: “Durante as próximas semanas, estaremos garantindo o suporte[bb]pago para outros países” – diz a mensagem do grupo de ajuda do Android Market.

Ao que tudo indica, a versão[bb]completa da loja estará disponível para usuários do sistema operacional da Google residentes na Argentina, Bélgica, Brasil, Finlândia, Hong Kong, Israel, México, Polônia, Romênia, Rússia, Eslováquia, Cingapura e África do Sul.

Há relatos não confirmados de que Suécia e Hungria também serão adicionados à esta lista.

Curiosamente, a Google ainda não se expandiu a lista de países que podem vender os aplicativos[bb]. Apenas desenvolvedores da Áustria, França, Alemanha, Itália, Japão, Espanha, países do Reino Unido, Holanda e Estados Unidos continuam autorizados a enviar seus programas para venda.

Não há uma data prevista para que a novidade[bb]entre em funcionamento, mas não restam dúvidas de que os clientes brasileiros já estão ansiosos.

Fonte: Geek



Publicado por Pastor Claybom, pai apaixonado, nerd como marca de nascimento, geek por paixão, adorador por excelência. Enfim, um servo de Deus que tenta entender tudo o que Ele nos oferece no dia a dia.



Deixe seu Comentário