Page optimized by WP Minify WordPress Plugin

 Flow: o S.O. Chromium Portátil | Pastor Claybom
nav-left cat-right
cat-right

Flow: o S.O. Chromium Portátil

Desenvolvedores criaram uma versão tão leve do sistema operacional Chromium, da Google Inc., que ela cabe em uma unidade de armazenamento USB com pelo menos 2GB disponível.

Para quem não conhece, o Chromium OS é um sistema operacional de código aberto que tem como objetivo ser rápido, simples e proporcionar uma experiência mais seguro para as pessoas que passam a maior parte do seu tempo na web. Ao menos foi o que a Google disse.

Segundo o site oficial desta nova edição do sistema operacional, chamada de “Flow” justamente por conseguir ser ainda mais leve (o verbo, em inglês, significa “fluir”), é possível extrair a imagem do disco para pendrives em sistemas Windows, Linux e Mac.

Instalação

As instruções são simples. Para Windows, elas basicamente constam de baixar o arquivo .TAR.GZ via .torrent (a partir do link bit.ly/bqiMSl) e usar alguma ferramenta como o WinRAR ou 7zip para extrair o arquivo ChromeOS-Flow.img. Feito isso, basta utilizar algum aplicativo, como o Windows Image Writer, para enviar a imagem para o dispositivo portátil.

No Ubuntu Linux, o usuário deve extrair o arquivo ChromeOS-Flow.img para qualquer local. Após isso, ele deve instalar o pacote USB-ImageWriter usando o Synaptic Package Manager, ou digitar sudo apt-get install usb-imagewriter no terminal. Para executar o gravador de imagem, vá em Aplicativos –> Acessórios –> ImageWriter ou entre com gksudo imagewriter no prompt de comando. Se estiver no KDE, use então kdesu imagewriter. Outros Linux poderão ter processos diferentes para instalação.

Tenha certeza que a unidade USB não esteja montada, ou que ela pode ser desmontada automaticamente. Em outras palavras, a pendrive não pode estar em uso. Escolha o local onde está o arquivo de imagem , grave e reinicie o sistema.

Existe uma maneira de instalar o Chromium OS mesmo que uma versão do Ubuntu já conste no sistema, em modo Dual-Boot. Para entender este procedimento, visite o link bit.ly/bQ4WBV.

No Mac o processo é um pouco mais complicado. Para quem se interessar, a página com as instruções para este sistema pode ser acessada através da URL bit.ly/ddppCg e um vídeo com o passo a passo pode ser visto em youtu.be/tRU1waNUhWg.

.
Testes e uso (e problemas)

Nos testes da Geek, utilizamos um notebook Dell Inspiron 1525 com sistema operacional Windows 7 Professional.

Logo de cara um problema: É necessário ter uma conta Google e, obrigatoriamente, estar conectado à internet. Acontece que ele não autenticava, de jeito nenhum, um username e senha que estavam corretos.

Voltamos então ao Windows para tentar descobrir o motivo disso. Na lista de laptops compatíveis (goo.gl/Jvnim), percebemos que, para este modelo de equipamento, o WiFi demora cerca de cinco minutos para ser ativado.

A Geek aconselha, portanto, aos que quiserem testar o sistema, que deem uma lida nos possíveis problemas que seus computadores podem apresentar, como erros com dispositivos USB, lentidão, falta de rede ou simplesmente não funcionar, exibindo uma tela preta.

Uma vez com a internet sem fio habilitada, pudemos provar o que o Chromium Flow tem à oferecer. Conseguimos assistir vídeos na internet e arquivos com legendas. Ele possui total compatibilidade com os serviços Google, como Gmail, Gtalk, Google Voice e Google Docs, além de integração com redes sociais, games online e programas de mensagens instantâneas.

Já existe total suporte ao HTML5 e Flash, o que permite a experiência completa das novas tecnologias disponíveis na internet.

É sempre bom lembrar que se trata de projetos ainda em desenvolvimento, tanto o Chromium OS, quanto seu irmão mais leve, o Flow. Portanto, várias vulnerabilidades ainda podem ser encontradas e o download e instalação devem ser feitos em caráter de teste.

Quem quiser receber as informações sobre seu progresso, pode se cadastrar no newsletter dos desenvolvedores, em bit.ly/9YCuAl.

Para saber mais sobre este sistema operacional, visite o site oficial: www.chromium.org/chromium-os.

Fonte: Geek



Publicado por Pastor Claybom, pai apaixonado, nerd como marca de nascimento, geek por paixão, adorador por excelência. Enfim, um servo de Deus que tenta entender tudo o que Ele nos oferece no dia a dia.



Deixe seu Comentário