Page optimized by WP Minify WordPress Plugin

 Samsung traz smartphone com o novo sistema operacional Bada | Pastor Claybom
nav-left cat-right
cat-right

Samsung traz smartphone com o novo sistema operacional Bada

Samsung Wave: número de recursos é alto, e o preço idem.

O modelo tem uma tela touch com tecnologia AMOLED (Diodos Orgânicos de Matriz Ativa). Isso a torna super brilhante e com menos reflexo, além de suportar uma resolução de 800 × 480 pixels. Além disso, tem tempo de resposta 77% superior ao de uma tela OLED. Nós aqui da Geek brincamos com o modelo por alguns minutos e podemos afirmar: é tudo verdade. O visor é incrivelmente luminoso, colorido e veloz. A interface lembra muito a TouchViz, com widgets arrastáveis e amplas possibilidades de configuração. Resta saber se haverá tantos aplicativos de terceiros, principal razão do sucesso do iPhone e do Android.

Na verdade o Bada (que significa “Oceano”, em coreano) não é um sistema operacional propriamente dito, mas sim uma “camada” sobre um sistema operacional existente, para facilitar a criação de interfaces e aplicativos. O Bada é, portanto, apenas um framework sobre o qual os aplicativos são executados e pode rodar tanto sobre o sistema operacional proprietário da Samsung, usado hoje em aparelhos como o Wave e o Jét, quanto sobre Linux. A Samsung promete para breve um kit de desenvolvimento para o Bada e, embora não haja confirmação oficial, especula-se que ele seja baseado no ambiente de usuário Enlightenment, também um projeto Open Source como o Linux.

Para chamar a atenção dos desenvolvedores de apps, colabora também o processador de 1 GHz. Ao contrário do Jét, que a empresa lançou no país há alguns meses, no Wave esse processador mostra sua força. O aparelho responde rapidamente aos comandos e não hesita em abrir aplicativos e arquivos. O Wave também possui um recurso chamado Social Hub. Igual ao Motoblur, dos Android da Motorola, trata-se de um agregador de redes sociais, para que o usuário veja os updates de todas as suas redes em uma só tela.

De resto, trata-se de um smartphone com tudo de direito: conexão 3G HSDPA, Wi-Fi, GPS e memória interna de 2GB, expansível a 32GB por cartão microSD (ele virá com cartão de 8GB). A câmera de 5MP grava vídeos em HD, e o aparelho reproduz MP4, DivX, XviD e WMV. O preço é equivalente a tudo isso: R$ 1 900.

Outra novidade é o Star 3G, a versão HSDPA do Star, modelo touch que foi bem em vendas no país. Ele tem câmera de 3,2MP autofoco com Smile shot (detecta quando a pessoa sorri e só então dispara) e Face Detection, recurso que melhora o foco nos rostos. O modelo também traz GPS, Rádio FM e Wi-Fi. A tela touch tem 3″, resolução de 240 × 400 e 262 000 cores. O preço é mais camarada: R$ 800.

Fonte: Geek



Publicado por Pastor Claybom, pai apaixonado, nerd como marca de nascimento, geek por paixão, adorador por excelência. Enfim, um servo de Deus que tenta entender tudo o que Ele nos oferece no dia a dia.



Deixe seu Comentário