Page optimized by WP Minify WordPress Plugin

 A nova igreja do século XXI | Pastor Claybom
nav-left cat-right
cat-right

A nova igreja do século XXI

Começo a escrever este post sabendo que serei apedrejado e louvado ao mesmo tempo, mas preciso escrever estas palavras pois o que tenho visto e ouvido está socando meus ouvidos. E na minha mente está batendo muito forte as palavras que li no livro “O Fim de Uma Era” do Bispo Walter McAlister. As mudanças que foram previstas no livro já estão ocorrendo! E estamos vivendo neste momento! A cada momento vemos igrejas surgirem com seus respectivos pastores… será que são pastores mesmos? “…haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos” (2 Timóteo 4.3).

Muita gente já escreveu posts e até mesmo livros sobre assunto mas como visão é uma coisa pessoal coloco aqui minhas palavras pois quero expressar o que vejo e o que estou vivendo. De forma alguma estou renegando minha denominação mas até lá estou vendo o que estas mudanças estão ocorrendo. Vocês já devem estar pensando que estou enrolando e não entrando no assunto.

Estamos em pleno século XXI e vivenciamos uma era de tecnologia, informação e socialização. Mas o que acontece com as igrejas é exatamente o contrário! Elas são o contrário à tecnologia, à informação e, por incrível de pareça, muitas delas praticam mais a desocialização do que a socialização!

Não estou revoltado não! Não pensem isso, por favor! Mas abram seus olhos!! Hoje a igreja enfrenta muitos problemas mas o grande problema mesmo é a liderança… ou a falta dela. As lideranças, uma grande parte, não pensa realmente no seu rebanho. Estão mais preocupadas com a arrecadação da igreja ou com as personalidades que estão dentro da igreja ou visitando! Cada vez mais vejo igrejas suntuosas e com grandes carros estacionados… como um point da high society gospel. Alguns líderes, por força do trabalho, são mais ausentes e acabam delegandos poderes para outras pessoas e estas só se revelam depois! E não para por aí não… estes dias mesmo eu, ao saltar do ônibus, pude passar por uma pequena igreja e, pelo que vi, o culto estava muito abençoado… mas o que vi me chocou: um casal de idosos, ele de terno e gravata e uma senhora com um vestidão enorme e de mangas compridas recebendo uma água gelada e recebendo um jato de ventilador do lado de fora. Evidentemente que a igreja estava um forno pois estava pelo menos uns 30º naquela hora da noite e não soprava uma brisa sequer. As igrejam ainda realmente se preocupam com que as pessoas se vestem? Mas me diz uma coisa, elas se preocupam com sua própria língua? Isso são apenas pequenos problemas… existem coisas muito maiores.

Agora, aqui entre nós: vocês já perceberam que a igreja, ou melhor, qualquer igreja é sempre a melhor? Cadê ao autocrítica da igreja? Sinceramente muitas igrejas que eu conheço se esmerilham em dizer que são as melhores, que trabalham como nunca! Porém o que existe na realidade são igrejas que cada vez mais se esvaziam pois não trazem o principal: a humildade!! A humildade é uma virtude que todos devemos ter, principalmente a igreja.

E quanto a informação? Graças a Deus que pertenço a uma igreja que trabalha muito a educação, informação. Mas tem igreja (acredite se quizer) que fala que o seminário só serve para desviar o cristão! Já vi pastor falar que os cursos supletivos estão tirando os cristãos do culto!! Meu Deus!! Não é a toa que está escrito lá em Ozéas 4:6 – “Meu povo peca por falta de conhecimento“.

Quanto a tecnologia, o que as igrejas estão fazendo para entrar na atrair aqueles que vivem no mundo geek? Tudo bem que isso não é essencial… mas estou escrevendo isso por que achei uma igreja que se preocupa! Sério, não é mentira! Essa igreja existe, e olha só: tá lotada!! EBD lotadíssima, cultos lotados e durante a semana, quando não tem culto eles fazem estudos em sala de bate papo. Os jovens conversam suas dúvidas e comentam direto isso na sala que eles tem. As ações que ocorrem são planejadas e discutidas direto, não só na igreja! Vai me dizer que isso não é interessante?

Não é interessante você ir em uma igreja onde não há rotina? Cada culto é decorrido de uma maneira? O pastor não precisa colocar um terno e gravata para subir no púlpito? Onde você pode conversar com o pastor em uma sala de bate-papo privada para pedir um conselho? Eu gostaria muito de encontrar essa igreja… e acho que as igreja precisam discutir isso, precisam abrir seus horizontes. As igrejas estão esvaziando… e a verdade não está lá fora, está lá dentro!

Quem tem ouvidos e olhos, que ouça e veja.

Pastor Claybom



Publicado por Pastor Claybom, pai apaixonado, nerd como marca de nascimento, geek por paixão, adorador por excelência. Enfim, um servo de Deus que tenta entender tudo o que Ele nos oferece no dia a dia.



2 Comentários para “A nova igreja do século XXI”

  1. Michael Cardoso disse:

    Bom cheguei ateh aqui pelo podcast papo de gordo, achei interessante e resouvi conhecer seu trabalho.

    Concordo sim com seu ponto de vista,mas tbm, uma coisa que me incomoda bastante eh as rivalidades entre as ingrejas evangélicas, por mais que pensamos e acreditamos estar envoltos dos melhores apostolos ,pastores em nossa igreja, devemos acma de tudo confraternizar com outras igrejas pois somos todos irmaos nesta causa.

    abraço e fique com Deus.

  2. gilvan Santos Silva disse:

    Bom,os termos que foi empregados concernente a igreja desse tempo foram bons,porém,vejo que cristão desta época não deve somente publicar a Palavra de Deus Através da Televisão ,Rádio e pela internet.Não generalizando mais como no País em que vivemos podemos expressar ás ideias.O termo sai a campo para semear a semente pouca é vista nas igrejas deste século.Se todo povo que que se chama pelo nome do Senhor Jesus vivessem e m união poderia assim Cristo voltar para nos arrebatamos.Porque assim ninguém seria melhor do que outro.

Deixe seu Comentário