Page optimized by WP Minify WordPress Plugin

 Profecias ou Profetadas? | Pastor Claybom
nav-left cat-right
cat-right

Profecias ou Profetadas?

profeta jeremiasAlguns intitulam a si mesmos “profetas”, e saem por aí “entregando uma palavra do Senhor”. São pessoas que nem sempre têm o coração reto para com Deus e, em alguns casos, são “auto-enviadas”, deixando os irmãos frustrados e desapontados. As palavras que falam vêm do próprio coração, e em alguns casos, de espíritos familiares. Podem até falar “boas palavras”, mas Deus não as enviou a pregar nem colocou as palavras na boca.

“Não mandei esses profetas; todavia, eles foram correndo; não lhes falei a eles; contudo, profetizaram. Mas, se tivessem estado no meu conselho, então, teriam feito ouvir as minhas palavras ao meu povo e o teriam feito voltar do seu mau caminho e da maldade das suas ações” (Jr 23:21,22).

Eis o que Deus diz a respeito das pessoas que enviam a si mesmas: “…falam as visões do seu coração, não o que vem da boca do Senhor” (Jr 23:16). No mesmo capítulo, Deus diz que esses profetas auto-enviados poluem a Terra, e por causa de suas profecias, o povo de Deus é desvalorizado (versículos 15 e 16).

Procure ver a motivação por trás do ministério. O povo está se voltando para Deus? Ou as pessoas estão ficando cada vez mais dependentes dos “profetas” e de seus dons? Um dos subprodutos dessa onda profética são pessoas correndo de um lado para o outro, buscando uma “palavra” de Deus. Elas têm como foco a si mesmas. Buscam envaidecer o eu. Em vez de se voltarem para o Senhor, abandonando os seus maus caminhos, elas buscam os “profetas” para terem alguma resposta de Deus.

Jesus nos ensina a reconhecer entre o falso e o verdadeiro profeta. “Pelos seus frutos os conhecereis” (Mt 7:16). O verdadeiro fruto é quando as pessoas manifestam publicamente que mudaram de vida. Precisamos desenvolver o dom de discernir, a fim de perceber a diferença entre a verdadeira e a má motivação… bem como o verdadeiro e o falso profeta!

Lembre-se de uma coisa: o propósito da restauração do ofício profético é preparar os corações para receber este ministério e os dons ministeriais nele contidos. Esses profetas serão a “voz que clama no deserto”, anunciando que é hora de preparar o caminho de santidade do Senhor.

John Bevere



Publicado por Pastor Claybom, pai apaixonado, nerd como marca de nascimento, geek por paixão, adorador por excelência. Enfim, um servo de Deus que tenta entender tudo o que Ele nos oferece no dia a dia.



7 Comentários para “Profecias ou Profetadas?”

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Pastor Claybom, Renato Cavallera. Renato Cavallera said: RT @PastorClaybom: #BlogPastorClaybom – Profecia ou profetada? http://migre.me/dDdA – Visitem, comentem e RT, please! […]

  2. Antes até mesmo de darmos um conselho, é bom analisarmos se o que falamos a alguém passaria no crivo da PALAVRA DE DEUS, pois ao saber que somos cristãos, automaticamente associam tudo que dizermos como vindo da parte de Deus. Portanto devemos nos policiar todas as vezes que abrirmos nossas bocas para que aquilo que falarmos não sirva de pedra de tropeço para alguém!!

  3. DarK FlameS disse:

    Infelizmente, mutias vezes as profetadas acabam por tirar a credibilidade da palavra de Deus em muitas igrejas. Conheço casos de pessoas que se afastaram de Deus por que não “Tomaram Posse” do que o profeta “em nome de Deus” havia prometido. A biblia nos alerta sobre os falsos profetas mas infelizmente, por não conhecer a palavra, muitos erram os dando maior credibilidade do que o devido, e dai, acabam por prejudicar a propria obra no reino.

    (pronto claybom, ta aqui o comentario requisitado no facebook)

  4. RICARDO disse:

    Fui membro de algumas igrejinhas evangelicas e tive decepção em todas elas quando a pessoa esta bem está tudo uma benção, mas se está passando qualquer tipo de crise principalmente financeira aí é tudo de ruim , é capeta no corpo, é falta de fé , é maldição de familia enfim eles pegam para bode expiatorio. Alem de não ajudar a pessoa em nada ainda jogam mais para baixo , viram as costas e so recriminam. Eles não fazem nenhuma obra e afirmam categoricamente que a salvação não é por obra e sim somente pela graça são totalmente contra a caridade e a obra Eu particularmente posso contar nos dedos os crentes que fazem uma pequena ação em prol do proximo a não ser se for da conveniencia ou para aparecer na midia. porem deixo claro que existem ainda verdadeiros cristãos que fazem a obra . o que adianta orar para uma pessoa e não levantar uma palha para ajudá~la na pratica. O tratamento que eles tem para um rico é totalmente oposto para com o pobre. Com o rico ~sao os melhores lugares sorrisos abraços etc. Com o pobre ou necessitado é desdem cara feia vira as costas etc. esquecem que os humilhados serão exaltados e os exaltados serão humilhados. Alem de tudo isso quando eles querem se ver livre de alguem ai vem as profetadas que trazem traumas , sindrome de panico, depressão e se a pessoa não for realmente cristão e não tiver muita fe em Deus pode se tornar um ateu devido a tantas opressoes e profetadas. RICARDO

  5. RICARDO disse:

    O SENHOR JESUS NÃO É RELIGIÃO NEM PLACA DE IGREJA. O SENHOR JESUS CRISTO É O CAMINHO A VERDADE E A VIDA. A IGREJA SOMOS NÓS E POR ISSO PODEMOS IR DIRETO AO PAI POR INTERMÉDIO SOMENTE DO NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO SEM PRECISAR DE INTERMEDIÁRIOS. O SENHOR JESUS CRISTO É O ÚNICO E EXCLUSIVO CAMINHO ATÉ DEUS PAI TODO PODEROSO NÃO EXISTE OUTRO. A SALVAÇÃO ESTÁ SOMENTE EM JESUS CRISTO.

  6. gostei desse artigo. parabéns e fique na paz, irmão!

  7. Belle disse:

    Ano passado levei tanta profetada, que só estou de pé hoje pela Graça de Deus. Por um tempo culpei a Deus pelo que aconteceu comigo. Depois consegui ver que muita coisa é dita em nome Deus, mas Deus não está no meio. Além disso, fui imatura em dar crédito a esse tipo de coisa, ávida por saber o futuro, em detrimento da palavra de Deus, que já é mais que o suficiente.
    Felizmente, Deus é fiel em mostrar a verdade e a verdade sempre liberta.
    Depois das minhas experiências negativas, todo esse sistema de profetada, retetê, falar em línguas e doutrinas de homens morreu para mim.
    Pode até ser que Deus fale com o homem por esses meios. Mas, acredito que a maioria das coisas no meio evangélica, não passa de carnalidade. Hoje leio a bíblia e reflito muito sobre o que aprendi da minha leitura.
    Infelizmente a Igreja que frequento, valoriza muito esse tipo de coisa. Todo culto tem um profeta que se levanta para dizer que Deus falou alguma coisa.

  8. Belle disse:

    Ano passado levei tanta profetada (de casamento, de várias portas que não se abriram) que só estou em pé pela graça de Deus. Por um tempo andei triste com Deus, mas depois vi que muita coisa é dita no nome Dele, mas Ele não está no meio.
    Deus foi fiel em me mostrar a verdade e a verdade sempre liberta. Hoje valorizo mais a palavra de Deus, e sei que ela é suficiente para mim. Esse foi o grande presente que eu recebi do Senhor, ler e refletir sobre a palavra de Deus.
    Depois das minhas experiências negativas, todo esse sistema de profetada, retetê, falar em línguas e coisas sem fundamento bíblico morreu para mim. O triste é que estou numa igreja em que esse tipo de coisa é valorizado. Ali pregam a palavra, mas dão muito crédito a esse tipo de fonte que parece doce, mas na verdade é amarga. Na maioria dos cultos se levanta um profeta para dizer que Deus falou alguma coisa.
    Pode ser até que Deus conceda dons genuínos aos irmãos, para revelamentos, mas percebi pela minha experiência, que a maior parte dessas manifestações seja a mais pura carnalidade.

Deixe seu Comentário